Copyright 2010 Mestre Arfaern. All rights reserved. Web Hosting by Yahoo

Mestre Arfaern, São Paulo, São Paulo , Brazil
dom@mestrearfaern.com





                 Pony Play






No reino de BDSM, um subconjunto interessante chamado Ponyplay existe. Ponyplay é o nome dado aos
homens adultos e as mulheres que deseje ser um cavalo humano ou deseje montar, treinar, e/ou possuir
um cavalo humano. E antes que você peça ponyplay não tem NADA fazer com bestialidade--embora seja
discutível se os jogadores de ponei são os zoophiles (atração sexual por um ser humano a um animal não-
humano).

Cavalo humano

Os cavalos humanos são chamados ponygirls e ponyboys. Embora seja comum para que os
ponyboys/ponygirls sejam possuídas/treinadas/montadas por alguém de uma orientação sexual similar,
não é uma régua reconhecida. De fato, para o pônei humano, a emoção não é sobre o contato sexual óbvio,
a emoção é encontrada um pouco na realização da fantasia de ser um cavalo sob o controle de um mestre.
Geralmente, os ponyboys e as ponygirls não têm o sexo com seus mestres e cavaleiros de todo. O esse que
está sendo dito, lá é--naturalmente--exceções. Uma exceção notável é quando um pônei é produzido a
outro. Este parafuso-serviço é feito com permissão dos “proprietários” de cada pônei e concordado pelos
pôneis eles mesmos (no formulário humano) antes dos começos ponyplay. Às vezes, haverá criação de
animais trocista (nenhuma penetração) para finalidades da fantasia. Muitos pôneis e mestres estão em um
relacionamento junto dentro e fora de ponyplay quando outros tiverem os relacionamentos preliminares
completamente separados do seu ponyplay.

Instrutores, proprietários, Cavalariça (Groomer), cavaleiros

Um dos aspectos os mais surpresa de ponyplay é a quantidade completa de esforço envolvida; esta não é
um fetiche para o preguiçoso.

Instrutor: pessoa (macho ou fêmea) que treina realmente o pônei humano. O instrutor é responsável para
girar uma aspiração ponyboy/ponygirls em um ponyboy/ponygirls reais (esta distinção é importante
naquela no mundo de ponyplay, lá é protocolo a seguir. Um não é automaticamente um
ponyboy/ponygirls porque gosta de fingir ser um pônei, um pouco, um deve ser ensinado). O instrutor
ensina ao pônei a posição apropriada, atitude, e comportamento, treina o pônei na arte do carisma (para
aqueles o pônei da mais alta importância mostra!) e submissão. O instrutor passa horas que exercita e que
condiciona sua carga. Na extremidade, o trabalho do instrutor é despejar uma qualidade
ponyboy/ponygirls. Muitos instrutores têm mais de um pônei na formação a um momento determinado.
De fato, no mundo de ponyplay, muitos proprietários alistam os serviços de instrutores realizados e
respeitados um pouco do que treinando seu próprio pônei. Um instrutor pode ser um proprietário, um
cavaleiro, e/ou um groomer.

Proprietário: Um quem “possui” um ponygirl/ponyboy. Geralmente também o cavaleiro. Um proprietário
é o mestre/senhora de um ponyboy/ponygirls. É responsável de tudo a fazer com seu pônei. Decide a
programação, o vestido, e as atividades do pônei--incluindo ser emprestado para fora a outro
proprietário/cavaleiro/instrutor. Um proprietário pode ser um instrutor, um cavaleiro, e/ou um
Cavalariça (Groomer).

Cavalariça (Groomer): Um quem é responsável de tomar do pônei. Os deveres incluem: a parte traseira
fricciona cabelo que escova, acariciar, banhando-se. Geralmente, os deveres da preparação são pré-
formados pelo proprietário e/ou pelo instrutor, mas alguns instrutores/proprietários empregam uma
pessoa separada responsável destas tarefas.

Cavaleiro: Pessoa que monta o pônei. Os cavaleiros podem literalmente ser qualquer um a quem o
proprietário/instrutor deu a permissão.


Tipos

Ponyboys/ponygirls é geralmente pôneis do carro, pôneis da mostra, ou pôneis da equitação.

Os pôneis do carro são ponyboys/ponygirls treinadas para puxar carros, vagões, e carruagens. Andam
verticalmente com as mãos fixadas atrás de suas partes traseiras. Os pôneis do carro desgastam os
mordem os freios e os chicotes de fios unidos ao carro e são controlados com o uso das rédeas. Desgastam
freqüentemente antolhos. No Reino Unido (onde ponyplay é praticamente uma obsessão nacional) a
maioria ponyboys/ponygirls são pôneis do carro.

















Os pôneis de mostrar  são os ponyboys/ponygirls treinadas para competir em mostras do pônei. Devem
aprender como executar uma série de manobras que da mostra incluir coreografar dança do pônei, de
galopando, e das manobras principais (pé em mudança da ligação no galopar). Os pôneis da mostra
desgastam chicotes de fios do vestido e freios e mantilhas. Os pôneis da mostra podem andar verticalidade
ou nas mãos e nos joelhos.















Os pôneis da equitação são treinados para ser montados selaram ou sem sela. De Ponyboys caminhada
geralmente semi-ereta (dobrado na cintura) com seus cavaleiros situados em sua mais baixa parte traseira--
embora haja alguns que preferem seus cavaleiros nos ombros. Ponygirls for mais provável ser montado
quando nas mãos e nos joelhos com seu cavaleiro que se senta em sua mais baixa parte traseira. Os
ponyboys/ponygirls da equitação antolhos são aproveitados, freiam e às vezes do desgaste. Alguns
ostentam selas feito-a-medida.
















Ponywear (Roupa de pônei)

O traje de um ponyboy/ponygirls é bem como a criança bastarda de um artista de Las Vegas e de um Dr.
Frank N. Furter da mostra rochosa do retrato do horror. Assim dito, há muitos couro, penas, e calçados
incômodos. Também, Ponyboys/ponygirls desgasta quase sempre contos de cavalos. As caudas podem
ser unidas ao traje ou ao chicote de fios ou ser desgastadas como um plug anal (os modelos do plug anal
não são tão populares como as caudas externas porque têm o hábito infeliz do estalo para fora em
momentos inoportuno).














Ponyplay não é uma perversão ou um fetiche bagatela nova. É não somente reivindicou (por seus
contemporâneos) esse Aristóteles - o filósofo grego não o empresário bem sucedido grego--apreciado jogar
o pônei da equitação ao cavaleiro da Sra. Aristóteles (que dá aos grasnados psiquiátricos adiantados a
idéia chamar ponyplay “a perversão Aristotoliano”), mas existem lá 2000 B.C. um friso Assírio que
descreva os pôneis humanos que puxam bigas. Além disso, nas colônias britânicas dos 18 e 19 séculos, os
pôneis humanos existiram como o divertimento erótico para as classes altas (portas, K, desejos desviantes,
2000).
Aos que precisam de ajuda e esclarecimento sobre BDSM, e só mandar email para mim, com prazer estarei ajudando aos que precisam