Copyright 2010 Mestre Arfaern. All rights reserved. Web Hosting by Yahoo

Mestre Arfaern, São Paulo, São Paulo , Brazil
dom@mestrearfaern.com


       Introdução ao Spanking



Posição e Postura

Um dos fatores que define surra além de outras formas de golpear é a cerimônia e as vezes o
posicionamento dos participantes. Enquanto algumas palmadas são por acaso, eu prefiro palmadas que
incluem o ritual de posicionamento. Ambos, submissa e Dom/Top devem adotar posições que facilitem e
aumentem a surra. Estas posições geralmente trabalham em benefício do espancador e a desvantagem da
submissa.


O Dom/Top goza as seguintes vantagens de sua posição:

Conforto.

Quer seja em pé ou sentado, o Dom/Top está posicionado para ser confortável durante a surra. Eles são
capazes de balançar seu braço em um ângulo natural e capaz de sustentar uma surra longa com facilidade
devido à sua posição.

Força.

São capazes de balançar livremente o seu braço em um ângulo natural, o castigo físico é capaz de aplicar
pancada ao alvo com força. Enquanto em pé, o Dom/Top pode não só balançar o braço, mas girar o corpo
para proporcionar o máximo de energia para um golpe. Acesso total para o traseiro a ser espancado. A
posição é concebida para expor totalmente sua parte inferior e a posição é projetada para colocar o traseiro
em um ângulo conveniente para o Dom/Top.

Segurança.

Porque o Dom/Top está em posição fácil de espancar a traseira no ângulo correto, é muito menos
provável que um golpe venha a cair muito alto ou muito baixo.

Controle.

A posição lhes dá a "vantagem" e lhe permite controlar facilmente a submissa. Ele deve se sentar ou ficar
maior do que a submissa sendo capazes de conter e situar a submissa. A submissa realiza os seguintes
efeitos a partir de sua posição:

Relativo conforto.

Exceto para a notável exceção de sua parte traseira, eu acho que é importante que a submissa esteja
relativamente confortável para que possa se concentrar nas sensações infligidas.

Antecipação.

Curvar e ficar em posição de obter o Spanking constrói a antecipação.

Aumento da sensação.

A parte inferior posicionada corretamente tenderá a submissa mais sensibilidade sobre o local onde é
aplicado o castigo.

Humilhação.

Ser colocado em cima do joelho é uma humilhação, (postura infantil). Ter que "assumir a posição" é
humilhante em sua submissão e também no fato de que estão sendo espancados.

Exposição.

Devidamente posicionado e completamente exposto. No caso dos homens, o ânus e a parte de trás do
escroto. As mulheres são ainda mais expostas, os seus retos e vulvas totalmente visível.

Ênfase na sua parte inferior.

Apanhando posições colocando o centro das atenções no traseiro da pessoa a ser espancada. O traseiro é
enfatizado pela sua exposição e arrebitada posição em relação ao castigo físico.

Apresentação do seu bumbum.

Não é só ele que é exposto e enfatizado, mas a submissa sente que ele é de bom grado "pôr para fora" e
apresentá-lo para sua punição, da mesma forma como o condenado que deve colocar a cabeça no cepo. A
submissa sabe que seu bumbum não pode fugir ou escapar das pancadas.

Submissão.

Cooperativamente ficando em posição de ser espancado é o ato primário da submissão e surra.

Segurança.

Embora possa servir de pouco consolo, a submissa pode se consolar com o fato de que sua posição oferece
segurança a uma lesão. Naturalmente, isto pode ser desconcertante, se eles sabem que vão ser espancado
com mais abandono.

Perda de controle.

Uma vez posicionada, a submissa tem abandonado o controle e não pode facilmente recuperá-lo até a
surra terminar. Podem ter dificuldade em retirar sua retaguarda da linha de fogo se tentar.

Incapacidade de fechar.

Quando em pé, pode apertar as nádegas juntas, diminuindo a dor de uma pancada e exposição. Quando
posicionada corretamente, é mais difícil de apertar as nádegas e as palmadas serão aplicadas.

Excelente apresentação.

Há algumas vezes que alguém olha mais adorávelmente do que quando ele ou ela está posicionada para
ser espancado. Não só é fato do traseiro enfatizado, mas é formado em uma forma lisonjeante e sexy.
Assumindo  posições que  seriam sexy mesmo para pessoas que não apanham. Abaixo estão descrições de
várias posições que eu acho eróticas, as suas características distintivas, as táticas que podem ser usados
para aprimorá-las, e as precauções a tomar.

Sobre a volta.















Espancador está sentado com uma boa postura em uma cadeira sem braços, joelhos juntos. Pessoa a ser
espancada deve colocar a face para baixo através do colo do Dom/Top, a sua cabeça para a esquerda e os
pés para a direita. Eles devem estar no colo até o suficiente para que seu bumbum esteja
convenientemente localizado ao longo da coxa direita do Dom/Top.

A fim de preservar a modéstia, a pessoa a ser espancada pode ser tentado a permanecer deitado com a
cabeça para cima e pernas esticadas para trás, no entanto, se eles estão preocupados com a sua modéstia,
eles não deveriam ter chegado a apanhar em primeiro lugar. A submissa deve ter a cabeça e os ombros  
inclinados para baixo e seus joelhos dobrados para baixo fora do caminho, para que seu bumbum esteja
bem exposto. As mãos pressionadas contra a parte de trás da cabeça são úteis para o posicionamento da
submissa.  Para uma mulher, essa posição resultará em sua vulva totalmente exposta e apresentada.  O
peso da submissa deve estar descansando no colo.

As mãos podem estar no chão ou agarrando as pernas da cadeira. Se a mão direita voa de volta durante a
surra, ela deve ser fixada à parte inferior nas costas com a mão esquerda do Dom/Top.

Antes de começar a espancar, o Dom/Top deve agarrar firme a submissa da cintura acima do quadril com
a mão esquerda para evitar que ela se contorcia fora do colo. Em seguida, o cotovelo esquerdo deve ser
plantado entre as omoplatas para manter a cabeça e os ombros no lugar. O Dom/Top deve aumentar um
pouco o joelho direito. No caso de uma mulher espancando um garoto, ela deve se certificar que seu pênis
é pressionado firmemente contra a sua coxa direita e apontando para a esquerda. Combinando todas estas
táticas - o joelho levantado, o cotovelo nas costas - o Dom/Top pode obter um balanço mais completo e
mais confortavelmente para aplicar uma forte pancada.


Sobre o joelho.















Parecido com a posição anterior, a submissa é dobrada sobre o joelho esquerdo com as pernas seguras
pela  perna direita do Dom/Top.


Mãos nos tornozelos.















Este é a posição da escola clássica. O aluno deve ficar com os pés largura dos ombros. Deixando os joelhos
estendidos e as costas retas, o estudante deve se curvar e agarrar seus tornozelos com ambas as mãos. O
Dom/Top pode querer observar as mãos do aluno ao longo do spanking para garantir que eles não
deixaram os tornozelos (ganhando pancadas extras). O Dom/Top está voltado para o lado esquerdo da
submissa. Eles devem ficar longe o suficiente para golpear. Eles devem ajustar para que ambas as nádegas
sejam atingidas ao mesmo tempo (podem ser usados Canes e cintas mudando de posicionamento
ligeiramente para frente).


Não é possível uma exposição maior da parte traseira do que essa posição. Quando a pessoa é orientada a
se curvar e agarrar seus tornozelos na verdade, está sendo dito, "nós pretendemos expor completamente
sua parte inferior. Portanto, não só vai apresentar sua traseira, mas você vai se esforçar para deixá-lo no
lugar. Como o ângulo entre as pernas e parte superior do corpo está bem abaixo de 90 graus, esta posição
expõe o reto e órgãos genitais mais do que qualquer outra posição.


Essa é uma posição de grande fantasia, mas acho que só funciona com segurança, na realidade, para
submissas com corpos flexíveis, pessoas inflexíveis não podem alcançar seus tornozelos sem dobrar os
joelhos. Os homens correm o risco de colocar os seus testículos má posicionados. Bundas carnudas, não
ficam bem esticadas através dos ossos pélvicos e não proporcionam preenchimento bastante quando uma
raquete pesada é usada.


Mãos nos joelhos.  















A posição mais segura mais viável do que as mãos nos tornozelos, porém a situação é ainda muito escolar.
Dependendo da pessoa, acho que esta posição pode ser visualmente mais atraente, pois a parte traseira
pode ser um pouco arqueada. Na verdade, quanto mais alto os pés pelas mãos são colocados, mais tende
ao arco. Novamente, os pés devem esta na largura dos ombros e posição das mãos executada. Porque a
parte de trás pode ser arqueada e o traseiro virado para cima deve ser exigido, tanto antes como durante o
spanking. Uma técnica que tende a arquear as costas corretamente é exigir que a submissa olhe para a
frente em um ponto alto na parede. Dessa forma, eles são obrigados a puxar sua cabeça para cima e as
costas manter arqueadas.


Sobre a mesa na ponta dos pés.















Outra posição de escola. A submissa deve curvar-se sobre uma mesa com o nariz ou no peito pressionado
sobre a mesa. Mãos e braços devem ser colocados sobre a mesa sobre a sua cabeça. Para elevar ainda mais
os seu traseiro a ser espancado, devem levantar seus pés. Pancadas podem ser concedidas para cada
incidência de os pés tocar o chão (dica: avise após o último "golpe" que a submissa pode relaxar).


Banqueta ou cavalo.














Esta é provavelmente a melhor posição para golpear, porque o traseiro é apresentado em uma forma
relaxada. A pessoa a ser punida deve colocar o seu peso total em todo o banco, seus pés pendurados e as
mãos segurando as pernas do banco a um nível tal que existe um pouco de apoio para a parte superior do
corpo. Esta é uma relaxada e confortável posição, que funciona bem para palmadas demoradas.


Deitado na cama.















Outra posição confortável para longas palmadas. A submissa deve colocar a face para baixo sobre uma
cama. Seu rosto deve ser pressionada contra o colchão enquanto seus quadris e a parte inferior estão
elevados por travesseiros. As almofadas são compressíveis, pode levar três ou quatro para alcançar a
elevação adequada.


Ajoelhada na cadeira.















Uma das minhas posições favoritas para submissas com bundas grandes, porque, devidamente executada,
ele apresenta o traseiro em sua luz mais lisonjeada. O truque está na execução. A submissa deve ajoelhar-
se no assento de uma cadeira acolchoada, virada para as costas, com a parte superior das coxas para a
frente e vertical sobre o dorso. Duas coisas conspiram para moldar seu bom posicionamento. Primeiro, a
parte traseira da cadeira impede a flexão evitando um arqueamento. Em segundo lugar, ajoelhando-se em
ângulo reto com as coxas, parece permitir que as nádegas se exponham totalmente.


Eu encontrei as seguintes táticas podem ser usadas para melhorar e foco no posicionamento:

Ajuste e reajuste.

Eu acho que é importante posicionar e ajustar a submissa, antes da primeira pancada. A ênfase deve ser
colocá-la  na posição e apresentar o traseiro completamente. Durante a surra, a submissa deve ser
reajustada quando a sua posição começa a falhar.

Instrução Verbal

Eu acho que é melhor exigir a submissa propositadamente manter sua posição com a ajuda física do
castigo. Portanto, a comunicação verbal é necessária em toda a surra para incentivar a submissa a
continuar a assumir a posição correta.

Escolha.

Um dos aspectos disciplinares da palmada é que não importa quão perfeita seja o posicionado da
submissa, pode sempre melhorar, manter sua parte inferior um pouco mais longe, etc.  O Dom/Top não
deve se sentir culpado por suas demandas exigentes quanto a posição.