Copyright 2010 Mestre Arfaern. All rights reserved. Web Hosting by Yahoo

Mestre Arfaern, São Paulo, São Paulo , Brazil
dom@mestrearfaern.com
Aos que precisam de ajuda e esclarecimento sobre BDSM, e só mandar email para mim, com prazer estarei ajudando aos que precisam
Bacanal

Historicamente refere-se a Festa em honra de Baco (Deus do vinho), na antiga Grécia. Em sexologia, é o
local de orgia com muita desordem e tumulto.
Balltie

É a amarração que consiste em deixar a escrava na posição fetal, num formato circular, lembrando uma
bola.
Barras longas

Usualmente de metal madeira com argolas e/ou furos em cada ponta, usadas em situações de
imobilização para manter os braços ou pernas do submisso(a) afastadas.
Barras de Imobilização

São barras de metal ou madeira, de diversos comprimentos, geralmente com um gancho no seu centro,
são utilizadas para manter braços e/ou pernas abertos e imobilizados. Podem vir com tornozeleiras e/ou
pulseiras nas extremidades ou não. Dificultam ou impedem o submisso(a) de andar e dão acesso à área
genital.São utilizadas de diferentes maneiras quanto a sua fixação.
Bastinado

De "bastão" (Do latim: "bastonis"," bastum"). Ato de bater nas solas dos pés. Acredita-se que o bastinado
teve sua origem no mundo árabe, onde até hoje é usado. Foi "importado" pelos europeus na época das
primeiras cruzadas. Também é referido a algumas regiões da Ásia, como forma de castigo aplicada pelo
marido à mulher e aos filhos. A idéia do castigo do bastinado no mundo árabe, além da dor física como
forma de punição, é deixar o castigado sem poder andar temporariamente, devido aos ferimentos da
punição, em uma clara posição de humilhação. O Castigo consiste em imobilizar o(a) submisso(a),
normalmente com as solas dos pés para cima, e aplicar golpes com uma varinha de "canning" somente
nas solas dos pés. Deve-se observar que os pés possuem um grande número de terminações nervosas e
ossos delicados e a possibilidade de um acidente é real. Não se aplica o bastinado com objetos duros
como pedaços de madeira ou chibatas.
Baunilha (vanilla)

Diz-se daqueles que não tem ou não usam fetiches em sua relação. Seriam aquelas pessoas que se
intitulariam “normais”. O termo foi criado exatamente para se evitar a utilização de tal definição e
também porque “baunilha” é o sabor mais básico de sorvetes (e também o mais insosso *rs)Também é
utilizado para definir coisas: relação baunilha, atitude baunilha, pensamento baunilha, sexo baunilha, etc.
BBW (Big Beautiful Woman) - Grande Mulher Bonita.

Atração por mulheres obesas.
BDSM

Sigla que significa:
BD = Bondage e Disciplina
DS = Dominação e submissão
SM = Sadomasoquismo
Bear Pride Flag (Bandeira do orgulho do urso)

Símbolo de amigos ursos, Pessoas que gostam de homens fortes, peludos e / ou forte (ursos). (Também
International Brotherhood Bear Flag)
Belle-de-Jour

Do francês original, bela da tarde. Diz-se da mulher de vida dupla, casada convencionalmente, mas que
se prostitui durante o dia, seja por compulsão neurótica, seja pelo desejo de aventura e variações eróticas.
Bem-Wa

Grupo de esferas, geralmente duas, usadas como acessório num tipo de masturbação feminina.
Black sheet party

É uma orgia para as pessoas no sexo BDSM.
Body Bag

Um saco completamente fechado geralmente feito de borracha de látex em que o fundo é fechado.
Utilizado em jogos restrição ou mumificação.
Body Modification

Alteração da pele e / ou certas partes do corpo com cortes, perfurações ou brandings permanente.
Bofetada ou Bofetão

Bofetão. Ato de se bater no rosto com a mão espalmada. Tem forte e imediato efeito psicológico e moral.
Bola

Esfera de metal pesado que se prende (geralmente no tornozelo) da escrava, para limitar/dificultar sua
locomoção.
Bolinação

Estimulação erótica através de carícias íntimas, porém sem coito.
Bolinhas Tailandesas

Objeto de prazer que consiste numa seqüência de bolas presas a uma corda utilizadas para inserção anal
ou vaginal.
Bondage

Prática e bela arte de amarrar, mais comumente utilizando-se cordas, podendo-se também utilizar panos,
tiras elásticas e até fitas adesivas. Nome também empregado para qualquer forma de prender a escrava,
inclusive por algemas ou correntes. O "B" do BDSM. Bondage na verdade conforma as práticas de
escravização. Popularmente usado para referir-se a atividades de imobilização com cordas, lenços,
algemas de couro ou metal, tornozeleiras, "spread bars" (barras de alargamento que servem para manter
pernas e braços abertos visando à imobilização do(a) parceiro(a). Todas as "cenas" de Bondage remetem
ao tema básico: o cativeiro.
Dentro dos grupos e comunidades de BDSM existe uma regra básica de segurança, definindo que
imobilizações ou "amarrações" só são feitas do tórax para baixo. Cabeça e pescoço são áreas proibidas
devido à possibilidade de asfixia.
Dentro do S.S.C. há um limite de tempo para se deixar alguém imobilizado, em decorrência da
possibilidade de isquemia tecidual, ou seja, da falta de irrigação sangüínea em uma área. Estar
fisicamente imobilizado dentro de um contexto de consensualidade dá a possibilidade para os
aficcionados de experienciar sua sexualidade livremente, o que, talvez, de outro modo, estas pessoas
poderiam não ser capazes de se permitir em virtude de questões morais ou de educação.
Bondage pode ser também visto como a transferência da responsabilidade para quem coordena a ação.
Bondage Americano

Bondage que utiliza cordas de algodão. “shibari”
Bondage japonês

Qualquer um de uma série de estilos de escravidão corda decorrentes de estilos utilizados no Extremo
Oriente. Normalmente, os cativeiros são altamente decorativ. (ver também Bondage japonês e Bondage
Oriental)
Botas, Fetichismo

Está muito ligada ao fetichismo sapato. Muitos dos mesmos apelos sexuais consideradas sapatos de salto
alto se aplica aos carregadores. Na maioria dos casos o fetiche da bota é acompanhado por um fetiche
para o material que é feito.
Bottom

Do inglês: "bottom": fundo, inferior, nádegas. Termo em inglês para se referir ao submisso(a).
Borracha, Fetichismo

Ver artigo principal: Vestuário fetichismo # Latex. 2FPVC
Alguns fetichistas borracha e plástico têm uma afinidade com fraldas e calças de borracha. Neste caso de
fraldas, essa atração seria o plástico enrugado de fraldas descartáveis​​. No caso de fraldas de pano, seria
para o látex ou pvc da calça usada por cima deles.
Box tie

ver no Ushiro Takatekote

Queimadura na pele. Praticante na posição de submissão, entrega, masoquismo, obediência, etc. nas
Escrava. Normalmente com ferros aquecidos ao rubro, para produzir escarificação.

O Branding pode ser parte de uma cena, de um ritual ou modificação do corpo. Os desenhos geralmente
consistem em linhas e curvas não conectadas, feitas individualmente e cada uma separada da outra por
uma porção de pele não alterada.  A razão para as linhas não conectadas é garantir que os elementos que
formam o "design" da figura não cicatrizem em uma figura disforme. A pele humana cicatriza de maneira
diferente da pele do gado. É o uso de um
ferro em brasa, com uma letra ou símbolo para marcar definitivamente alguém. Deve ser sempre são,
seguro e consensual.

Historicamente, o branding é relacionado como símbolo de criminalidade ou escravidão. Marcas
eram colocadas em criminosos na Idade Média, e em escravos. Encontrado na comunidade BDSM em
relacionamentos estáveis e duradouros, onde o(a) submisso(a) consente em levar uma pequena marca de
"propriedade".

Os locais mais comuns para o branding são os seios, a parte interna dos braços, a região lombar, nádegas
e parte interna da coxa.  Como, ao cicatrizar, o branding aumenta de tamanho, atingindo de 2 a 3 vezes o
diâmetro original, especialistas em branding usam pequenos "moldes" para esta prática.

É uma atividade bastante controversa dentro da comunidade BDSM. Mesmo feito com todos os
cuidados é extremamente doloroso, traumático, agressivo ao corpo e permanente. É os relacionamentos
humanos no mundo de hoje são mutáveis. Como dizia o poeta Vinícius de Morais,
"Que seja eterno enquanto dure...".
Brat, Bratting

Termo para uma sub que tenta chamar a atenção de um Dom. É um termo para o papel de BDSM de uma
submissa ou de um fundo rebelde. Ao contrário da concepção comum de uma submissa, uma pirralha
fala para trás, se comporta mal, e é de forma difícil. Algumas pessoas que assumem o papel de brat
querem desfrutar de ser "colocar no seu lugar" em vez de apresentar facilmente. Da mesma forma, alguns
dominantes desfrutam o desafio de obter uma pirralhoa sob controle dele.
Breast (Seios)

Ato de amarrar os seios femininos com corda, cadarço, bandagens, etc. Como parte de um jogo erótico
BDSM. Pode incluir "nipple bondage", onde se amarram os mamilos dos seios. Deve-se tomar cuidado
com a amarração dos mamilos para não se provocar uma isquemia tecidual.
Body (Corpo)

Qualquer atividade de modificação ou ornamentação do corpo como ritual erótico, decorativo ou de
fetiche. Comumente incluem tatuagem, piercing, branding e cortes superficiais.
Bondage

Prática onde a excitação vem de amarrar ou/e imobilizar o parceiro. É um tipo específico de fetiche,
geralmente relacionado com sadomasoquismo, onde a principal fonte de prazer consiste em amarrar e
imobilizar seu parceiro ou pessoa envolvida. Pode ou não envolver a prática de sexo com penetração.

Objetos utilizados na bondage:

Cordas
Algemas
Algema de dedos
Grilhões
Camisa de força
Coleiras
Mordaças
Vendas
Electroejaculador
Correntes e cadeados
Entre outros mais ...
Boneca Fetichismo

é um fetiche sexual em que um indivíduo é atraído para bonecos e bonecas como objetos, como figuras. A
atração pode incluir o desejo de contato sexual real com uma boneca, uma fantasia de um encontro sexual
com um boneco animado ou inanimado, encontros entre os próprios bonecos, ou o prazer sexual
adquirida a partir do pensamento de ser transformado ou transformar o outro em uma boneca.
Bondage de Seios(Breast Bondage)

Ato de amarrar os seios com corda, cadarço, bandagens, etc... (...) Pode incluir "nipple bondage", onde se
amarram os bicos dos seios com linhas bem finas. (...)
Breath Play (Ver asfixia)

Asfixia Erotica ou controle da respiração jogo é a restrição intencional de oxigênio para o cérebro para a
excitação sexual. A prática sexual é variadamente chamado asphyxiophilia, asfixia auto-erótica, hipoxifilia.
Brincos de Genitais

Brincos presos ao sexo da escrava, geralmente mediante piercing, simbolizando marca de propriedade.
Bukkake

Bukkake [bu-kak-ee] em japonês é a forma base do verbo, como ele está sozinho, é um substantivo.
Bukkake significa mergulhar, mergulhar ou fazer jorrar pesado. No contexto sexual, é uma variedade
substantiva de um fetiche que envolve a ejaculação repetida em uma fêmea por muitos homens. Por volta
do final dos anos 80 início dos anos 90 um par de empresas de vídeo japonês estavam tentando fazer
vídeos que atendiam aos amantes facial e esperma no Japão. Então, eles decidiram fazer vídeos que
consistiria de uma menina recebendo facial facial após uma e outra vez.Prática que consiste em um ou
mais homens ejacularem fartamente sobre o rosto da escrava
Bull Whip ( Chicote de couro tipo Indiana Jones )

Chicote trançado fino e bem longo. Necessita de habilidade para seu uso, geralmente há uma boa
distância da escrava.
Butt Plug ( Plug Anal )

Objeto em forma de pênis, mas com um estreitamento na base, próprio para ser inserido no ânus.
Normalmente de látex ou borracha. Alguns podem vibrar ou expelir líquidos. Podem ser usados para
treinamento anal